A confiança do cliente é o novo ouro, e o ouro original┃5 maneiras de construí-lo

confiança nunca foi sem importância nos negócios, mas também nunca foi mais importante. As relações humanas respiram o ar da confiança, dentro das organizações, com colegas, colegas, parceiros, fornecedores, clientes e clientes.Dentro da sua organização, a confiança é o que mantém os negócios em movimento. Stephen M. R. Covey escreveu um livro inteiro sobre isso chamado a velocidade da confiança. Ele fala sobre a relação entre confiança, velocidade e custo. “Quando a confiança diminui”, diz ele, ” a velocidade diminui com ela. Tudo leva mais tempo. Simultaneamente, os custos aumentam.”

mas vamos falar sobre os clientes.A confiança dos clientes diminuiu nos últimos anos em várias frentes. Quanto mais os consumidores aprendem sobre como seus dados são coletados, usados, vendidos e comprometidos, menos eles confiam em organizações para usá-lo apenas para criar melhores experiências ou oferecer produtos mais relevantes. Ganhar e manter a confiança dos clientes nunca foi tão importante ou tão difícil. Mas é possível.Com confiança em um estado tão precário e frágil, é preciso um instante para ganhar ou perder um cliente. E pode ser por qualquer coisa, qualquer indicador de que a sua empresa não vale a pena confiar se os riscos parecem sobrepor-se aos benefícios de fazer negócios consigo.

tomar medidas para ganhar confiança na primeira tentativa. Porque é provável que só tenhas essa oportunidade. Você deve causar uma grande primeira impressão, e cada vez que um cliente se envolve com a sua marca, seus produtos e serviços, e sua organização é a primeira impressão. Depois de ter feito milhares de primeiras impressões positivas, mesmo com o mesmo cliente, é preciso apenas uma má primeira impressão (cada interação do cliente é a primeira impressão) para perdê-los.

o custo de aquisição de um novo cliente pode ser cinco vezes superior ao custo de manutenção dos existentes. De acordo com a pesquisa da Bain e da Companhia, o aumento das taxas de retenção do cliente em 5% aumenta os lucros em 25 a 95 por cento. Claramente, a pesquisa apoia a teoria de Covey da confiança do cliente.

Aqui estão alguns passos que você pode tomar para demonstrar aos clientes que a sua confiança em sua empresa está bem colocada.

Ser transparente sobre quem você é, o que você oferece, e como você faz negócios

Vamos começar com algumas pesquisas recentes que diz que 86 por cento dos Americanos dizem os clientes que a transparência das empresas nunca foi mais importante. Além disso, 86 por cento que vêem uma falta de transparência das empresas nas redes sociais são susceptíveis de fazer negócios com a concorrência. No entanto, 85 por cento dos consumidores são mais propensos a permanecer leais a uma marca que demonstrou transparência passada antes de uma má experiência.Resultados recentes do Pew Research Center mostram que entre os entrevistados adultos dos EUA:

  • 81 por cento sentem que os riscos superam os benefícios quando as empresas coletam dados
  • 79 por cento estão muito preocupados sobre como os dados que as empresas que coletamos são usadas
  • 79 por cento não estão convencidos de que uma empresa iria admitir manuseio dos dados do consumidor e assumir a responsabilidade por esses erros
  • 75% não acreditam que o governo vai manter as companhias responsáveis pela utilização indevida de dados do consumidor

Como a idade de violações de dados continua a puxar a cortina sobre como as empresas têm se portado por trás de portas fechadas com o cliente data, a única coisa impressionante nessas estatísticas é que os números não são mais altos. Sem dúvida, uma das formas mais rápidas de estabelecer a confiança com os clientes é entender Que tipos de transparência eles valorizam e por que e fazer disso uma qualidade definidora de sua organização.

ajudar os seus clientes a viver os seus valores

a necessidade de transparência vai além e mais fundo do que as práticas de dados para a raiz dos seus valores organizacionais. Os clientes avaliam a sua empresa com base em muitos critérios, mas cada vez mais importantes entre eles estão os seus valores fundamentais.Alguns dos comportamentos empresariais que os seus clientes e potenciais clientes avaliam e influenciam a sua decisão de fazer ou continuar a fazer negócios consigo incluem::

  • que questões e causas – sociais, ambientais e outras – Você apoia e se envolve como uma empresa?
  • quem são os seus parceiros de negócios?
  • você e seus parceiros pagam de forma justa quando se abastecem de trabalho e material, especialmente de países em desenvolvimento?
  • que tipo de condições de trabalho e ambientes de trabalho você promove, desde o C-suite até o armazém até o call center?
  • quais são as posições, políticas e iniciativas da sua empresa em matéria de Responsabilidade Ambiental e de esforços de sustentabilidade?

ganhar e manter a confiança dos clientes depende muito da forma como o seu negócio suporta, enuncia e ajuda os consumidores a viver os seus valores como fazem com você. Lembra-te, o teu cliente quer ser o herói, e eles esperam que tu os ajudes a tornar isso uma realidade.

Enact empatia pelos seus clientes

na economia da experiência, as empresas que oferecem as melhores experiências dos clientes desfrutam de uma grande vantagem competitiva. A chave para melhorar o CX é compreender as necessidades, desejos, sentimentos e motivações do cliente. Resumindo: empatia.

o aumento da empatia beneficia toda a organização, de dentro para fora. Como discutido no Empreendedor, maior empatia leva a um aumento na produtividade, inovação, vendas, lealdade, referências, e muito mais.

Seja Autêntico e genuíno com os seus clientes

recolher dados relevantes e úteis e informações sobre os clientes para analisar pode ajudar a informar como você envolve os seus clientes em toda a sua viagem, e fazê-lo de uma forma significativa e autêntica. O ditado “fingir até que você o faça” pode funcionar em muitos contextos, mas fingir empatia só vai deixar claro para seus clientes que você ainda não entende – ou eles.

entregar experiência excepcional ao cliente e serviço ao cliente

aqui é onde a borracha encontra a estrada. Anda. Pratica o que pregas. Usa os clichés que quiseres, mas não sejas um. Você trabalha tão duro para convencer os clientes a fazer negócios com você, então certifique-se de que eles não se arrependem de sua decisão depois de suportar uma má experiência ou mau serviço ao cliente.Muitas coisas são o novo ouro: dados, blockchain, crypto, silício, água, e a lista continua. A confiança é o ouro antigo. Na verdade, a confiança é o OG: o ouro original. A confiança era ouro antes do ouro ser ouro. E agora a confiança também é o novo ouro. Só demora um momento a perder um cliente para sempre. Por isso, faz com que cada momento e noivado conte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.